artur-cordeiro-criador-em-destaque-1-blog
Criador em Destaque: Artur Cordeiro
Mandando Bem 2 anos ago Nenhum Comentário

Artur Cordeiro é mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo, professor do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Ibirapuera, participa do grupo de pesquisa DIGIFAB/FABLAB – FAU/USP e desenvolve experimentos com arduino, fabricação digital e dispositivos sonoros que você pode ver publicados em sua Designoteca.

Conheça agora um pouco mais sobre a história e o processo criativo de Artur Cordeiro e criador em destaque este mês.

Designoteca: Fale um pouco de você e sobre o que o motiva a criar?

Artur Cordeiro: Acredito que por influência da família eu sempre estive envolvido pela ideia de criar e fabricar. Meu pai sempre gostou de construir e fabricar coisas e meu irmão é um criador de inventos e máquinas. Antes de estudar arquitetura, trabalhei com plantio de hortaliças, fiz uns móveis de madeira, uns experimentos com brinquedos, e passei alguns anos fazendo pão diariamente. Eu e meus irmãos estudamos piano, flauta e instrumentos de corda. Cito essas referências para evidenciar meu interesse no trabalho manual, no papel das mãos como agentes mediadores entre ideias, projetos, composições e os objetos físicos, seja manipulando ferramentas, um lápis, o mouse ou através de gestos, exercendo pressão nas teclas para produzir sons.Todavia, gostar do trabalho artesanal, do analógico não significa negar o digital e as altas tecnologias. Muito pelo contrário, eu acredito que as coisas tornam-se mais interessantes quando combinam diversas tecnologias e materiais. Acho incrível quando é possível conciliar os extremos, arcaico e avançado, mecânico e eletrônico, analógico e digital… É nesse campo de interesse que procuro pensar os projetos.

 

Designoteca: Em que projetos você está trabalhando no momento?

Cabasson por Artur Cordeiro

 

Artur Cordeiro: Estou concluindo um instrumento musical eletro-acústico, o Cabasson. Feito em parceria com a marcenaria do amigo e designer Felipe De Lucca, é um instrumento de corda, para ser mais específico, de três cordas, com o braço fretless (sem traste), e a caixa de ressonância é uma cabaça que trouxe de Fortaleza. Foi construído empiricamente a partir de um projeto de guitarra usando caixa de charuto (em inglês, cigar box guitar), bastante comum nas antigas bandas de blues dos Estados Unidos. Ao invés da caixa retangular, foi usado um hemisfério de cabaça, que é um material muito interessante e bonito, usado em diversas culturas e tempos, e para múltiplas finalidades. Outro projeto que está em desenvolvimento é uma prensa simplificada com os tipos fabricados em impressão 3D. Ainda nas ideias, o próximo projeto será com plantas usando Arduino e sensores.

 

Designoteca: Escolha um design seu favorito que esteja na Designoteca e nos explique por que é seu favorito?

Midigita por Artur Cordeiro

Artur Cordeiro: O midigita, a guitarra de uma corda só controlada por Arduino. Gosto desse projeto pelo resultado sonoro e também pela mistura de componentes usados: rolamento de skate, cabeçote de HD, piso de madeira, peças impressas em PLA, sucata de impressoras e programação com Arduino. Apesar da diversidade de componentes, todo o projeto foi cuidadosamente pensado, as peças existentes foram medidas milimetricamente, para encaixar com precisão nas peças impressas.

 

Designoteca: Qual é o design de um outro criador da Designoteca que você gosta e nos explique porquê.

Artur Cordeiro: Gosto muito dos desenhos do Henrique Monnerat, é fantástico como ele ilustra e traduz a ideia dos projetos.

 

Designoteca: Nos fale de suas ferramentas de Design. Quais ferramentas que você usa para criar seus designs? 

Roboneca por Artur Cordeiro

Artur Cordeiro: Os desenhos faço no SketchUp, que é um programa incrível e acessível; uso o Arduino para criar dispositivos eletrônicos;  eventualmente uso o Processing para interfaces gráficas. Além dos digitais, tenho ferramentas básicas de oficina, uma dremel com suporte vertical, e uma PrintrBot para fazer impressões 3D.

 

Designoteca: Obrigado pela entrevista, é um prazer ver o lado experimental do design que você explora em seus projetos, com certeza irá inspirar muita gente a ver design de uma maneira diferente. E é claro, desejamos boa sorte com seus próximos projetos!

Se você gostou de conhecer o trabalho do Artur Cordeiro e ainda não está seguindo ele na Designoteca, entre, crie uma conta e clique em “seguir” na página do Artur na Designoteca para ficar sabendo em primeira mão das novidades e atualizações de seus projetos.