6 Softwares de Modelação 3D/CAD gratuitos
Aprenda, Atividades Maker 7 years ago 19 Comments

Aqui na Designoteca, o tema é o Design Participativo. É super interessante ir vendo as contribuições que aparecem, mas nós queremos mais! Assim, pensámos em experimentar vários softwares de modelação 3D que sejam gratuitos ou até mesmo abertos, para que possa começar já a fazer os seus modelos virtuais. Na verdade, o que eu recomendo é mesmo fazer o download de todos e ver qual gosta mais! Os softwares seguintes estão ordenados pela ordem de facilidade, com os mais exóticos no final.

  • TinkerCAD
  • Google SketchUp
  • Art of Illusion
  • Blender
  • FreeCAD (em fase Beta, mas vale a pena experimentar)
  • OpenSCAD (um software em que você “programa” as formas que quer produzir)

 

Tinkercad

Software: Tinkercad.com Nível: Muito fácil Idioma: Inglês Requisitos mínimos: Browser com WebGL (Chrome 10 ou Firefox 4, por exemplo) Comunidade: é mesmo no Tinkercad.com

  O Tinkercad é um software fantástico de modelação de sólidos. E na verdade, não tem de ser instalado no computador, o que é uma vantagem. Todo o software é usado na página Tinkercad.com, permitindo gravar os seus próprios projectos e também fazer o download dos mesmos em formato .STL (o formato mais comum para impressão 3D). O Tinkercad foi feito precisamente para pessoas sem background técnico sem aventurarem na modelação 3D de uma maneira fácil e divertida. Pode ir à página Tinkercad.com, inscrever-se e começar já pelas “quests” que são mini desafios que em 30 minutos lhe ensinarão tudo o que precisa saber.Este software foi feito para ser simples de usar e por isso tem menos funcionalidades que outros que falaremos aqui. As formas feitas em Tinkercad são por isso geralmente mais simples (mas perfeitas para impressoras 3D estilo “faça-você-mesmo” como Makerbot, Ultimaker e Reprap). O Tinkercad não permite o “upload” de arquivos, o que pode ser uma desvantagem para alguns. Se usar o tinkercad, tem que construir toda a peça dentro do programa. Ainda assim, acreditamos que esta escolha da equipe de produção resulta num software bem mais simples e estável.Recentemente foi lançada uma versão mais completa do Tinkercad, mas se preferir começar de maneira mais simples, pode sempre ir a http://v1.tinkercad.com/. Por ser CAD e tão simples, o Tinkercad é perfeito para formas simples e geométricas. Das várias opções apresentadas nesta postagem, este é o que conheço melhor.

Google SketchUp

Download: SketchUp.Google Nível: Fácil Idioma:Português, entre inúmeras outras opções Sistema: Windows e Mac Comunidade: SketchUp Brasil 

  O Google SketchUp é um software de modelação que existe em versão livre e profissional. A versão profissional pode ser experimentada durante 8 horas ou comprada por $495 US. A versão livre é suficiente para modelar para Fabricação Digital. Com a versão profissional o utilizador recebe vários melhoramentos normalmente direccionados para apresentação profissional de projectos, o que não nos faz falta de momento. A metodologia de desenho no SketchUp é simples, e dá a aparência de modelação de sólidos. No entanto irá reparar que é possível eliminar faces de um sólido modelado em SketchUp, o que nos mostra que as peças são, na verdade, vazias por dentro. Pode dizer-se que o SketchUp tem funcionalidades CAD, como medidas reais e cálculos de volumes, por exemplo. O SketchUp 8 traz uma opção muito boa para quem quiser garantir que os seus modelos estão preparados para impressão 3D. Basta escolher “Outer Shell”, no menu “Tools” e todo o modelo fica pronto para exportar em .STL. Ainda assim, na versão livre é necessário usar um plugin para a exportação, mas com esta nova opção de “Outer Shell”, é bem mais fácil fazer modelos válidos. O pessoal da Makerbot, uma impressora 3D FDM  tem um tutorial para melhor entender este processo, consulte aqui. O SketchUp tem ligação com a 3D Warehouse da Google, o que significa que pode descarregar modelos já feitos (milhares de monumentos, edifícios, objectos, etc). É uma boa maneira de experimentar o processo de impressão 3D, sem ter que modelar. Naturalmente pode ter que verificar a validade dos modelos, mas é para isso mesmo que existe a opção “Outer Shell”. Também deve ter em atenção se a tecnologia de impressão que vai usar se adequa aos modelos escolhidos. Se usar o SketchUp para modelar, fica já a saber que formas básicas e geométricas são mais fáceis, mas o limite é mesmo a imaginação. Já o usei no passado, mas nunca para Fabricação Digital, se tiver dicas ou sugestões…

Art of Illusion

Download: site do Art of Illusion Nível: Médio Idioma: Português, entre inúmeras outras opções Sistema: Windows, Mac, Linux e qualquer sistema com Java Virtual Machine instalada Comunidade: Foruns do Source Forge
 

O Art of Illusion (AoI) é um software de modelação 3D de superfície. Na comunidade impressão 3d “faça-você-mesmo” tem sido elogiado por ser bem simples de começar a usar para quem não tem bases em modelação 3D. É software aberto e gratuito e tem vários melhoramentos e plugins disponíveis. Aliás, para baixar mais, é possível pesquisar o catálogo de opções dentro do próprio programa. Isto evita incursões sem rumo pela internet, a tentar encontrar as versões correctas. O AoI não é um software feito para o design de peças físicas. Originalmente foi desenhado para ser uma alternativa aberta e simples para animação 3D. A comunidade impressão 3D adoptou-o por ser tão simples de aprender (surgiu antes do Tinkercad e também é mais flexível). Para usar o Art of Illusion para Fabricação Digital, deve fazer o download do plugin .STL. Recomendo que visite a página do projecto RepRap dedicada ao Art of Illusion. Além disso, se quiser usar o AoI para fazer animações 3D, com resultados bastante realistas, também o pode fazer. Por não ter sido feito com a metodologia CAD em mente, o Art of Illusion não tem unidades métricas reais, mas é possível contornar isto com um truque mostrado na página RepRap do software. De qualquer modo também é possível alterar a escala mais tarde, como com todos os arquivos .STL prontos a imprimir. O AoI é baseado em Java e tem versões para Linux, Max e Windows. À partida pode ser usado em qualquer sistema que tenha a Java Virtual Machine instalada. Tem versões em português, mas a maior parte da documentação de apoio é em inglês. De momento não tenho muita experiência com o software, mas gostava de saber as opiniões de quem já o usou para fazer modelação para Fabricação Digital.

Blender

Download: Blender.org Nível: Avançado Idioma: Português, entre inúmeras outras opções Sistema: Windows, Mac, Linux e FreeBSD Comunidade: Blender.com.br

  Blender é um software de modelação e animação 3D com capacidades profissionais. De todos os programas apresentados é o mais capaz, mas também o mais complexo. É software aberto, o que quer dizer que são os próprios utilizadores que o melhoram. O Blender não foi criado para ser um programa CAD, mas os seus arquivos podem ser convertidos em modelos que sejam interpretados por máquinas de Fabricação Digital. Assim como o Art of Illusion ou o Google SketchUp, o Blender tem várias extensões e plugins que permitem preparar e exportar arquivos para Fabricação Digital. No Blender é fácil criar formas orgânicas e curvadas, o que pode ser interessante. Por ser um sistema aberto muito popular, existem de momento planos para criar uma extensão CAD para Blender, o Blender CAD. Ainda não está muito avançado, mas pode dar uma olhada em aqui. Tutorial: Introduçtion to Blender.

FreeCAD

Download: Source Forge
Nível: Avançado Idioma: Português, entre inúmeras outras opções Sistema: Windows, Mac e Linux Comunidade: Foruns do Source Forge Fotografia por Yorik van Havre

  O FreeCAD, como o nome indica é um software livre, de raiz open source e pretende ser uma alternativa aos softwares de CAD comerciais. Tem funções avançadas de modelação e simulação que outros softwares apresentados não têm. Por ser de base direccionado para o CAD paramétrico, não precisa (como o Art of Illusion, por exemplo) de plugins para ter as funções básicas tipo CAD (medidas, design paramétrico, simulação, exportação de arquivos .STL). O seu aspecto e estrutura das funções é bastante semelhante a outros softwares profissionais como o AutoDesk Inventor ou o SolidWorks. O FreeCAD modela sólidos, o mais comum em CAD. Ainda está em versão Beta (um projecto não acabado), o que quer dizer que usá-lo pode ser uma aventura. No entanto, como é a melhor alternativa a um software livre de CAD, tem uma comunidade atenta e dinâmica, o que tem acelerado o seu desenvolvimento. Tem também uma estrutura modular, com grande facilidade de integração de módulos novos, programados em Python. Quem percebe de Python (eu não…) diz que é muito fácil adicionar funções. Penso que para quem está envolvido com a comunidade de Software Open Source, este pode ser um projecto muito interessante!

OpenSCAD

Download: http://www.openscad.org/ Nível: Intermediário Idioma: Inglês Sistema: Windows, Mac e Linux Comunidade: Wiki do OpenSCAD  
 
Fotografia por Tony Buser
 

OpenSCAD tem uma filosofia diferente, em que em vez de modelar um sólido 3D, o utilizador escreve um programa que gera as formas desejadas. A partir de sólidos simples como esferas, cilindros, prismas e pirâmides, o utilizador combina formas (adicionando, removendo ou intersectando) até chegar ao resultado final. Para quem já tem uma ideia bem definida do que quer fazer e está habituado a um pensamento bem estruturado, este software pode ser uma boa ideia. Mais, para quem quer aprender um pouco de programação, imagino que se podem aprender fundamentos básicos, mas importantes com o OpenSCAD. Isto significa que todos os aspectos dos objectos criados estão definidos por variáveis no código. Mudando as variáveis, muda-se o resultado final. É um exemplo bem simples de design parametrizado. Como já deve ter percebido, não é o melhor para formas mais expressivas ou orgânicas. O OpenSCAD exporta arquivos tipo .STL e .OFF.

Conclusão

Agora que já sabe como transformar as suas ideias em modelos virtuais que pode partilhar e modificar, porque não começar com algumas experiências? Se é absolutamente novato, sugiro fortemente o Tinkercad, mas se quiser saltar já para formas mais complexas pode começar com qualquer outro. Todos estes softwares são livres ou abertos, pode fazer o download de todos sem problemas (foi o que eu fiz) e ir brincando até encontrar um que se adeque às suas necessidades. Nunca custou tão pouco desenhar as suas próprias coisas! Fique atento a posts futuros, onde vamos explicar o processo (workflow, na verdade) de criação e preparação de arquivos para Fabricação Digital.  Queremos mesmo que toda a gente alinhe nisto e comece a encher a Designoteca de designs para produzir!   001-Encontre-Fabricantes-Rede-Ache-Azul

João Rocha

João é desenhista industrial traz para a Designoteca sua paixão por gestão de Inovação e Design, que o levou a pesquisar sobre modelos de gestão de Fab Labs, Hackerspaces e outros espaços de co-criação e inovação aberta. Graduou-se em Design pela Universidade de Aveiro e tirou Mestrado pela Universidade Técnica de Delft, na Holanda. Ele escreve no Blog da Designoteca sobre fabricação digital e sobre sociedade, tecnologia e design no AvalancheSpotting.com.
João Rocha

Latest posts by João Rocha (see all)